Menu fechado

IPTU 109 ANOS

109 anos de Contagem, a questão do IPTU e as Eleições de 2020

Nesse 30/8, Contagem comemora 109 anos de sua emancipação política. Além das felicitações que a data comporta, especialmente aos trabalhadores(as) e ao seu povo, há temas candentes que merecem reflexão nesse dia.

Um desses temas que ainda estão em evidência para a população de Contagem é a questão do IPTU residencial, que voltou a ser cobrado a partir de 2017 no governo do atual prefeito Alex de Freitas.

Após ter prometido durante a campanha que manteria a isenção do IPTU, de assinar um termo de compromisso em cartório, o atual Prefeito Tucano atuou junto à câmara dos vereadores, e, através de uma manobra regimental, voltou com a cobrança. Ainda prefeito, eu vetei a emenda, que infelizmente foi derrubada pela maioria dos Vereadores.

A volta do IPTU residencial causa muitos transtornos a população de Contagem. Nossa cidade foi governada durante 27 anos sem a cobrança do IPTU. A população se viu traída pelo atual governo, um verdadeiro estelionato eleitoral. Governei 4 anos sem cobrar o IPTU residencial e toquei um conjunto de obras em torno de 1,5 bilhões de Reais. Agora, apesar da cobrança do IPTU, a cidade não vê acontecer obras novas, tendo em vista que as que estão em andamento, em sua maioria, foram licitadas em meu governo e muitas delas que já eram pra estar concluída encontram-se abandonadas ou em ritmo de tartaruga.

Contagem é uma grande cidade, com uma indústria diversificada e um comércio forte. Portanto, é justo que os moradores sejam compensados pelo impacto urbano a que estão submetidos com a isenção do IPTU residencial.

No período eleitoral, os problemas da cidade devem sim pautar os candidatos que buscam representar Contagem na Câmara de Vereadores.

O IPTU é um problema que aflige muito a população, e um bom parlamentar deve estar atento e envolvido no dia a dia e na luta do povo. Um mandato parlamentar, além do caráter institucional legislativo, também tem função representativa e de trazer pro palco das discussões desde as questões gerais, até as questões do nosso cotidiano.

Não há contradição em defender temas que pautem a política nacional, como a retomada da normalidade democrática, a volta da nossa soberania nacional e um projeto de desenvolvimento com inclusão social, e discutir temas locais.

O #ForaIPTU em Contagem remete a questionamentos importantes: estelionato eleitoral, postura golpista do PSDB, descompromisso com o povo. E remete também a temas mais gerais que passam pela reforma tributária, que deve sim ser prioridade para ser aprovada em nível federal e também aqui no Município . Uma reforma que desonere os pobres e trabalhadores e cobre dos ricos, dos rentistas, das grandes fortunas. Que não sobrecarregue o consumo, a produção e os salários, mas incida sobre a renda e o capital, principalmente o capital especulativo.

A alta carga tributária, o desemprego, a desindustrialização, etc, são realidades que serão cobradas dos governantes que serão eleitos governo golpista e dos partidos, que junto com o PSDB, traíram o povo de Contagem, que traem o Brasil e utilizam do poder para, de maneira injusta, colocar a conta da crise em cima do trabalhador e do povo em geral.

É possível fazer uma tributação progressiva tanto no município quanto no país, para isso precisamos de vontade política, de eleger candidatos comprometidos com as causas populares, que façam a defesa de um outro País, e possibilite as transformações necessárias em direção a uma maior igualdade e justiça para todos e todas.

Feliz Aniversário Contagem!

Parabéns ao nosso Povo Contagense!

Carlin Moura
Pré-candidato a Vereador
PDT Contagem